quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O que foi o movimento Dogma 95?


Criado pelos diretores dinamarqueses Lars Von Trier e Thomas Vinterberg, o movimento que ficou conhecido como Dogma 95 foi lançado a partir de um manifesto publicado em 13 de março de 1995. A intenção era a criação de um cinema mais realista e menos comercial, em um ato de resgate ao que era feito antes da exploração industrial.

Exemplo de certificado dado pelo Dogma 95.
O documento original continha 10 regras que, segundo os próprios organizadores, foram escritas em apenas 45 minutos. Eram regras técnicas (uma série de restrições quanto ao uso de tecnologias nas filmagens) e éticas (quanto ao conteúdo apresentado nos filmes). Em 2005, o diretor Lars Von Trier acrescentou ainda mais 4 regras que passaram a valer a partir de então.

Assim que os diretores estavam para lançar seus filmes, eles deveriam enviar uma cópia para a entidade responsável pelo Dogma 95, para que o trabalho fosse analisado e pudesse receber o certificado de participação no movimento.

O primeiro filme oficial da nova ideologia foi Festa de Família (Festen), lançado em 1998 pelo diretor Thomas Vinterberg, que ficou conhecido como Dogma #1. Aclamado pela crítica, o filme recebeu diversos prêmios em festivais cinematográficos ao redor do mundo. Lars Von Trier lançou logo após o seu Os Idiotas (Idioterne), também agraciado com prêmios e indicações, conhecido como Dogma #2.


Cena de Festa de Família, primeiro filme lançado com o selo do movimento.
Com uma linguagem audiovisual rude, e um custo bastante baixo para os padrões, os dois ficaram marcados como os primeiros a utilizarem as técnicas propostas no manifesto. As imagens são ruins, e o áudio ainda pior. Mas o que torna os dois filmes intrigantes são os belíssimos roteiros construídos nos mínimos detalhes.

Até os dias de hoje, mais de 300 filmes foram oficialmente reconhecidos com o cetificado Dogma 95. A lista completa pode ser conferida no site oficial da entidade: http://web.archive.org/web/20080526145250/www.dogme95.dk/menu/menuset.htm


As regras do Dogma 95

1 - As filmagens devem ser feitas no local. Não podem ser usados acessórios ou cenografia (se a trama requer um acessório particular, deve-se escolher um ambiente externo onde ele se encontre).

2 - O som não deve jamais ser produzido separadamente da imagem ou vice-versa. (A música não poderá ser utilizada a menos que ressoe no local onde se filma a cena).

3 - A câmera deve ser usada na mão. São consentidos todos os movimentos (ou a imobilidade) devidos aos movimentos do corpo. O filme não deve ser feito onde a câmera está colocada, são as tomadas que devem desenvolver-se onde o filme tem lugar.

4 - O filme deve ser em cores. Não se aceita nenhuma iluminação especial. (Se há muito pouca luz, a cena deve ser cortada, ou então, pode-se colocar uma única lâmpada sobre a câmera).

5 - São proibidos os truques fotográficos e filtros.

6 - O filme não deve conter nenhuma ação "superficial". (Homicídios, armas, etc. não podem ocorrer).

7 - São vetados os deslocamentos temporais ou geográficos. (O filme deve ocorrer na época atual).

8 - São inaceitáveis os filmes de gênero.

9 - O filme final deve ser transferido para cópia em 35 mm, padrão, com formato de tela 4:3. Originalmente, o regulamento exigia que o filme deveria ser filmado em 35 mm, mas a regra foi abrandada para permitir a realização de produções de baixo orçamento.

10- O nome do diretor não deve figurar nos créditos.



Regras acrescentadas por Lars Von Trier em 2005:

- A gravação deve ser feita em formato digital.
- As filmagens devem ocorrer na Escócia.
- As filmagens não podem ultrapassar o prazo de 6 semanas.
- O custo total do filme não pode ultrapassar a quantia de um milhão de libras esterlinas.


Os Criadores, Lars Von Trier e Thomas Vintenberg.

2 comentários:

  1. Isto não me parece fazer sentido algum:
    - As filmagens devem ocorrer na Escócia.
    - As filmagens não podem ultrapassar o prazo de 6 semanas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sao as regras pra ele, ele sistematizou isso pra ele nos filmes dele. Tem haver com o processo dele claro que nao tem que ser assim haha

      Excluir