quinta-feira, 3 de abril de 2014

As 7 melhores atuações de Marlon Brando.

Nascido em 3 de abril de 1924, na cidade de Los Angeles, Marlon Brando estaria completando 90 anos de idade nessa quinta-feira. Sempre presente na lista dos atores mais memoráveis do cinema, Brando começou a fazer seu nome ainda no teatro, até estourar de vez nas telonas em 1951.

Brando teve uma infância bastante tumultuada. Além da separação dos pais ainda cedo, o que fez ele ter que morar com a mãe ausente e viciada em bebidas alcoólicas, Brando foi expulso da escola, e foi enviado para uma escola militar em Minnesota. Foi lá que as coisas começaram a mudar, quando ele se sobressaiu nas aulas de teatro. Porém, ao tentar fugir do confinamento, ele acabou novamente sendo expulso, desistindo de vez dos estudos.

Na carreira, passou a chamar atenção na peça Um Bonde Chamado Desejo, que contava a história de um veterano de guerra angustiado por estar preso em uma cadeira de rodas. Do teatro para o cinema foi um pulo, e ele virou um símbolo sexual ao participar de Uma Rua Chamada Pecado, onde dava vida a um marido desocupado, beberrão e inconsequente.

Em 1953, se tornaria referência da juventude ao interpretar Johnny Stabler, um delinquente juvenil, líder de uma gangue de motoqueiros, no sucesso O Selvagem. O personagem marcou uma geração de artistas, entre eles Elvis Presley e James Dean. Em 1955 ganhou seu primeiro Óscar por Sindicato de Ladrões, e logo após fez alguns filmes polêmicos como Caçada Humana e Queimada!, o último sobre a dizimação dos colonizadores contra o povo indígena. Brando, por sinal, viraria um forte ativista dos Direitos Civis e do Direito dos indígenas, que o fez recusar o Óscar de 1973.

Apesar do sucesso anterior, o auge de sua carreira foi mesmo na década de 70, com a trilogia O Poderoso Chefão e Último Tango em Paris. Nos anos 80, ele passou a viver recluso em sua própria ilha na Polinésia Francesa, e retornava esporadicamente ao cinema com papéis pequenos, exclusivamente para sanar problemas financeiros.

Em sua homenagem, o blog traz uma lista com as 5 melhores atuações do ator em cena. Confira e comente.


1. O Poderoso Chefão: Parte I (1972)

Pode até ser clichê, mas é impossível falar de Marlon Brando e não lembrar primeiramente de sua atuação como Don Vito Corleone. O patriarca da família Corleone foi um dos responsáveis pelo filme ter adquirido tantos fãs ao longo dos anos, com suas frases marcantes e cenas emblemáticas. Brando recebeu o Óscar de melhor ator, mas rejeitou em protesto contra a caracterização do povo indígena nos filmes de Hollywood.

2. Último Tango em Paris (1972)

Ao lado de Maria Schineider, Brando protagonizou algumas das cenas mais lembradas do cinema. Dirigido por Bernardo Bertolucci, o filme mostra um homem que acabou de perder a mulher e está procurando um apartamento para morar. Chegando no local, encontra uma mulher que também está procurando um lugar para morar, e após um tempo, ambos iniciam uma tórrida relação baseada apenas em sexo, onde eles não buscam saber nem o nome um do outro.

3. Uma Rua Chamada Pecado (1951)

Uma mulher frágil e neurótica (Vivien Leigh) vai visitar sua irmã grávida (Kim Hunter), que mora em Nova Iorque, após ser expulsa da sua cidade natal acusada de assediar um jovem de 17 anos. Sua presença na casa acaba trazendo mudanças tanto para sua irmã quanto para seu cunhado, Stanley Kowalski (Brando). O ator já havia vivido o personagem na Broadway, e essa que foi sua primeira participação de sucesso no cinema. Ele logo chamou a atenção de todos, principalmente das mulheres, e virou o grande símbolo sexual da época.

4. O Selvagem (1953)

Johnny (Brando) é o líder de uma gangue de motociclistas que invadem uma cidade pequena durante uma corrida de motos. Porém, são obrigados a deixar o local por pressão da polícia, partindo para outra cidade, onde arranjam confusão com uma gangue rival. A atuação de Brando é marcante, e junto com Élvis Presley e James Dean, marcou aquela geração.

5. Vidas em Fuga (1959)


Baseado em uma peça de Tennessee Williams, o filme mostra Valentine Xavier (Brando), um andarilho que acaba aceitando o emprego de balconista em uma loja. Seu comportamento silencioso atrai uma garota local, mas também a exótica esposa do gerente da loja, criando um explosivo triângulo amoroso que abala toda a cidade.

6. Sindicato de Ladrões (1954)

No filme, Marlon Brando é um ex-boxeador de sucesso, mas que sem o prestígio que tinha antes, acaba indo trabalhar numa zona portuária. Quando um trabalhador morre, Terry se sente culpado e começa a tentar consertar suas ações passadas lutando diretamente contra o sindicato, o que traz algumas consequências. A atuação de Brando é excepcional, e sempre lembrada entre as mais marcantes daquele período.

7. A Face Oculta (1981)

Primeira e única incursão de Brando como ator e diretor, A Face Oculta é um faroeste de primeira. Após fugir de um roubo a banco no México, um dos assaltantes (Karl Malden) vê a chance de ficar como todo o dinheiro ao deixar Rio (Brando), seu cúmplice, para ser capturado. Após alguns anos, Rio escapa da prisão e caça o ex-amigo para se vingar, descobrindo que o mesmo se tornou um poderoso xerife.

Um comentário:

  1. Queimada e os deuses vencidos também foram excepcionais alias dizer que brando arrasava ate virou clichê!acho que foi Lee Marvin que disse certa vez brando nunca esteve ruim em cena apenas menos bom!

    ResponderExcluir